Utilizando Schemas no PostgreSQL

Um dos recursos mais interessantes do PostgreSQL são os schemas, na verdade, o único objetivo deles é organizar o banco de dados, de forma que você cosiga gerenciá-lo com maior facilidade.

 

Em uma tradução (grossa) podemos chama-los de fichários, e dentro deles podemos “guardar” tabelas, stored procedures, dominios, Views, etc.

Sua manipulação é muito simples os comandos abaixo:

Criar um schema:

CREATE SCHEMA meu_schema;

Renomeando um schema:

ALTER SCHEMA meu_schema RENAME TO meu_schema_1

Para remover (dropar) um schema (cuidado, se houver algum elemento dentro dele ele irá barrar e mais cuidado ainda com o cascade!)

DROP SCHEMA meu_schema_1;

Criando uma tabela dentro de um schema:

CREATE TABLE meu_schema_1.minha_tabela ( ... );

Trocando uma tabela de schema:

ALTER TABLE meu_schema_1.minha_tabela SET SCHEMA outro_schema

Este comando em especial é um dos meus favoritos, aliás, todos os que envolvem “alter”, afinal na maioria das vezes quando vamos trabalhar com banco de dados já encontramos a cagada feita, ou hehe, temos que trabalhar com estruturas já existentes que já guardam gigabytes de dados. Neste caso o set schema é muuuuito interessante, pois quando mudamos a localização da tabela (de um schema para outro) o comando já muda todas as referências com chaves estrangeiras automaticamente, nos poupando um trabalhinho chato 😉

Bom, acho que é isso!

Referências:

Abraços,

Tiago.

JQuery reconhecer HTML carregado via Ajax

Amigos!

Outro dia eu estava lendo o blog do Igor Escobar e encontrei um artigo muito interessante sobre o método $.live() da JQuery! Sabe aquela situação onde você carrega um contéudo via ajax e precisa que o JavaScript “reconheça” aquele conteúdo? Pois então, o método $.live serve para aplicar eventos a esse conteúdo carregado via Ajax.

A sinaxe é muito simples, veja um exemplo de um botão carregado via ajax, e suponhamos que você deseje agregar o evento onclick à ele:

$('#id_do_botao_carregado').live('click', function()
{
    alert('você clicou!');
});

Fica mais essa dica rápida!

Abraços,

Tiago.

PS: Você pode (e deve) dar uma olhada no post do Igor, aqui!

Tabela “zebra” com PHP

Olá amigos!

Dica extremamente rápida! Sabe quando você deseja fazer aquele estilo “zebra” nas tabelas, sendo uma linha de cada cor, geralmente uma alternância?

Pois bem, com uma linha de código:

<table>
    <tbody>
       <?php for($i=0; $i<$total_registros; $i++) { ?>
        <tr class="<?php echo $i%2 == 0 ? 'linha-preta' : 'linha-branca'; ?>">
            <td>E sou uma célula!</td>
        </tr>
       <?php } ?>
    <tbody>
</table>

Uma rápida explicação: Por meio do operador ternário na linha 4 verificamos se o valor corrente da variável $i é um múltiplo de 2 (tulizando o “mod” %), ou seja par, caso seja ele colocará a classe (CSS) como “linha-preta”, caso seja ímpar fica como “linha-branca”.

É isso!

Abraços,

Tiago.