Habilitando o Acesso Remoto no PostgreSQL

Olá Amigos!

Dando continuidade a essa empreitada de posts sobre o PostgreSQL, hoje irei abordar um assunto muito pertinente para quem trabalha com este banco no ambiente Web. Muitas vezes, por mais comodidade/praticidade, realizamos o acesso remoto do banco por meio de alguma IDE – leia-se PgAdmin – só que para tal o Postgres tem que permitir seu acesso.

Por padrão o Postgres não vem configurado para aceitar conexões externas, e para habilitá-las temos que editar dois arquivos de configuração: pg_hba.conf e postgresql.conf

Estou com o pré suposto que você está no ambiente Linux, e para editar os arquivos iremos utilizar o comando “vi”, veja o comando abaixo onde iremos abrir um dos arquivos de configuração, e tenha atenção que este pode não ser o caminho exato onde seu arquivo esteja, dependo da versão do sistema operacional que você esteja utilizando, ou mesmo a distribuição (aqui estou utilizando o CentOS 6.0)

vi /var/lib/pgsql/data/pg_hba.conf

Pronto, agora você pode editar o arquivo, acrescente no final a seguinte linha:

host all all 0.0.0.0/0 md5

Nela estamos dizendo que todas (0.0.0.0/0) as conexões remotas (host) estão permitidas para todos os usuários! Cuidado! Eu sugiro que você coloque o seu IP para realizar as alterações e depois remova essa linha.

Alterando para um IP específico poderia ficar assim:

host all all 189.162.0.16/24 md5

Depois de adicionar a linha, saia do editor vi e salvando as alterações.

Agora vamos editar o segundo arquivo, mais fácil. Abra o arquivo postgresql.conf:

vi /var/lib/pgsql/data/postgresql.conf

Agora procure pela linha abaixo e remova o comentário (#), caso houver:

listen_addresses='localhost'

Troque por asterísco “*” para habilitar a conexão para todos ou coloque seu IP:

listen_addresses='189.162.0.16'

E uma última alteração, procure pela linha abaixo, e caso estiver comentada remova o comentário:

port = 5432

Pronto, agora seu PostgreSQL está configurado para aceitar conexões externas, dê o restart no processo dele e inicie seu trabalho!

service postgresql restart

Espero que ajude,

Referências:

Abraços,

Tiago.

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *